Energy

Capital Manufaturado
Mapa de atuação

energia-icone

Central Termoelétrica de Cogeração | 100%

Turbina de topo alto-forno 3 | 100%

1 of 3
energia-icone

Usina Hidroelétrica de Igarapava | 17,9%

2 of 3
energia-icone

Usina Hidrelérica de Itá | 48,7%

3 of 3

Capital Manufaturado Mapa de atuação

Clique nos ícones do mapa para ver nossas operações.

Clique nos ícones do mapa para ver nossas operações.

Notas: 1. Nenhuma operação da CSN está localizada em áreas de terras indígenas delimitadas.

Investimos em projetos de geração de energia elétrica para manter a atividade de autoprodução de energia. Nesse sentido, analisamos a viabilidade de novos ativos de geração, com o objetivo de manter a competitividade de nosso custo de produção. Além disso, contamos com uma central termoelétrica, na Usina Presidente Vargas, alimentada por gases de processos da produção siderúrgica e temos participação acionária nas Usinas Hidrelétricas de Itá (SC) e de Igarapava (MG). Clique here. para ver o fluxo de geração de energia das hidrelétricas e da central termoelétrica da CSN.  

Energia limpa e acessivel

Energia zero carbono

Com apoio da CSN Inova, intensificamos a busca por soluções baseadas na geração de energia renovável. No ano de 2019, 75% de toda a energia que utilizamos foi gerada pelo próprio Grupo CSN, cuja autoprodução é integralmente composta por fontes renováveis. Investimos em projetos de geração de energia elétrica para manter a atividade de autoprodução de energia limpa.

Diversificação da matriz energética

A diversificação da matriz energética foi a impulsionadora do projeto conhecido como TRT (Turbina de Recuperação de Topo), a partir do aproveitamento da energia cinética existente nos gases gerados no alto-forno 3 do processo siderúrgico, com o aumento da geração própria e redução dos impactos ambientais, uma vez que essa energia cinética opera via pressão do gás.

Em 2019, a receita líquida do segmento de energia totalizou R$ 325 milhões, 21% menor em relação a 2018, devido à menor disponibilidade de energia e ao menor preço desse insumo praticado no mercado (PLD – Preço de Liquidação das Diferenças). O EBITDA foi de R$ 47 milhões e a margem EBITDA, de 14,5%.

 

energia-icone ENERGIA Participação
Usina Hidrelérica de Itá | SC 48,7%
Usina Hidroelétrica de Igarapava | MG 17,9%
Central Termoelétrica de Cogeração | RJ 100%
Turbina de topo alto-forno 3 | RJ 100%

Notas: 1. Nenhuma operação da CSn está localizada em áreas de terras indígenas delimitadas.

The CSN Energia manages the Thermal Cogeneration Plant installed at Presidente Vargas Steelworks, in Volta Redonda and the hydroelectric plants of Itá (SC) and Igarapava (MG). The Company is one of the biggest industrial consumers of electricity in the country, which places it in a prominent position alongside other electricity-intensive Groups.

CSN Energia is responsible for the interface between the needs that involve the consumption of electricity of the industrial units of the Group and Sector agents such as the Ministry of Mines and Energy (MME), the National Electric Energy Agency (ANEEL), the National System Operator (ONS), the Electric Power Trade Chamber (CCEE), transmission companies, distribution companies, etc. It also represents the interests of the CSN Group at Sector Associations such as the Large Industrial Energy Consumers and Free Consumers Association of Brazil (ABRACE) and the Brazilian Association of Investors in Energy Self-Production (ABIAPE).

In 2000, CSN Energia obtained ANEEL‘s authorization to sell energy under the Free Energy Market (MAE), currently named CCEE. This authorization allowed CSN Energia to work with foreign market as well, commercializing power leftovers and deficits with third parties.

Learn more (only portuguese)

Installed capacity per year

Note: 1. Co-generation Thermal Power Plant at UPV is fueled costs competitive. by steelmaking gases to generate electricity.

100% renewable sources

Since 1999, we have invested in power generation projects in order to maintain our energy self-production. Moreover, we have constantly prepared feasibility prospects and analysis of new generation assets with the purpose of keeping our production costs competitive.

Self-produced energy share had a significant increase in total power consumption since 2018. While in 2017, the self-produced energy from Igarapava and Itá Hydroelectric Power Plants and TRT – which are 100% renewable sources – accounted for 59.5% of our power consumption: this rate increased to 81.1% and 75.5% in 2018 and 2019, respectively.

Environment